O que são APLs?

O QUE É APL?
Arranjo Produtivo Local (APL) caracteriza-se por um aglomerado significativo de empreendimentos em determinado território e indivíduos que atuam em torno de uma atividade produtiva predominante, que compartilham formas percebidas de cooperação e algum mecanismo de governança, e pode incluir pequenas, médias e grandes empresas (Oficina Regional de Orientação à Instalação de APLs - GTP APL, MDIC, 2006).

Conforme Cassiolato, Lastres & Szafiro (2000), as principais peculiaridades de um APL são:
• a dimensão territorial (os atores do APL estão localizados em certa área onde ocorre interação);
• a diversidade das atividades e dos atores (empresários, sindicatos, governo, instituições de ensino, instituições de pesquisa e desenvolvimento, ONGs, instituições financeiras e de apoio);
• o conhecimento tácito (conhecimento adquirido e repassado através da interação, conhecimento não codificado);
• as inovações e aprendizados interativos (inovações e aprendizados que surgem a partir da interação dos atores) e
• a governança (liderança do APL, geralmente exercida por empresários ou pelo seu conjunto representativo – sindicatos, associações).

FUNDAMENTANDO A IMPORTÂNCIA DA ABORDAGEM DE APLs

A opção estratégica pela atuação em APL decorre, fundamentalmente, do reconhecimento de que políticas de fomento a pequenas e médias empresas são mais efetivas quando direcionadas a grupos de empresas e não a empresas individualizadas. O tamanho da empresa passa a ser secundário, pois o potencial competitivo dessas firmas advém não de ganhos de escala individuais, mas sim de ganhos decorrentes de uma maior cooperação entre essas firmas.

A abordagem de APL, nesse sentido, valoriza a cooperação, o aprendizado coletivo, o conhecimento tácito e a capacidade inovativa das empresas e instituições locais como questões centrais e como funções interdependentes para o aumento da competitividade sustentável, fortalecendo os mecanismos de governança.

Além disso, é na localidade que se faz notar a interdependência entre crescimento econômico, gerador de externalidades positivas em seu entorno, e vantagens locacionais relevantes para a melhoria de processos e produtos das empresas. Os APLs são, portanto, uma importante fonte geradora de vantagens competitivas, principalmente quando estas são construídas a partir do enraizamento de capacidades produtivas e inovativas e do incremento do capital social oriundo da integração dos atores locais.

Segue-se ainda que dado o elevado número de postos de trabalho gerados em micro, pequenas e médias empresas, uma política de promoção de APLs tem um potencial de apoiar o desenvolvimento, contribuindo para geração de emprego e renda e para redução de desigualdades sociais e regionais.

LINKS RELACIONADOS

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio - MDIC
www.mdic.gov.br

Grupo de Trabalho Permanente para Arranjos Produtivos Locais
www.desenvolvimento.gov.br/sitio/interna/interna.php?area=2&menu=937

Relação dos Núcleos Estaduais de APLs no Brasil
www.mdic.gov.br/sitio/interna/interna.php?area=2&menu=3008

Topo